domingo, 23 de abril de 2017

A NOITE PASSA




A NOITE PASSA

A noite passa
nem depressa nem devagar
nós damos o ritmo.

A alegria e o sofrimento:
cria de nós mesmos,
apenas efeitos
de pensamentos.

Que a vida passe
e passemos sorrindo
somos apenas uma fantasia
fazendo fantasias.

Que sejam de amor.

23/04/17

Tony-poeta

quinta-feira, 13 de abril de 2017

objetos

objetos

a vida 

sabia 

que era vazia.


olhava objetos 

tentava os juntar

preenchendo espaços... 

espaços infinitos 


objetos empoeirados 

Não dão traçado 

Para se formatar.


a vida vazia 

juntava objetos 

continuava vazia



Tony poeta

RUAS VAZIAS

RUAS VAZIAS.

Espantei meu sono 

quando dormia 


só falta 


espantar o amor 


percorrendo estradas vazias 


cheia de pessoas 


que passam sem se olhar.


Tony poeta

segunda-feira, 3 de abril de 2017

AS VEZES

IMAGEM GOOGLE sem autoria

AS VEZES

As vezes gente,
As vezes fantasmas.
Habitamos o espaço da fantasia
Construindo um futuro:
Individual e coletivo,
Com sorrisos e desavenças.

No vínculo da presença
Caminhamos...

A vida é convívio,
Presença de fantasmas
Que as vezes viram pessoas...

Tony-poeta

03/04/17

sábado, 18 de março de 2017

a volta

Imagem Hubble Google


A VOLTA

O tempo sempre volta

Mas dá uma reviravolta 

No ser que quer sonhar

Ou o futuro é diferente 

Ou o passado aparentemente 

Estava em outro lugar

Já que o amor

Não se repete

É cada vez que aparece

Traz um reboliço no olhar.



Tony Poeta
18/03/17

GAIOLA DA VIDA

imagem Google


GAIOLA DA VIDA

Presos à vida,
Limitados pela visão,
Nesta estranha geometria
Que nos contém.

Julgamo-nos livres,
Somos ninguém.

Batendo nos contornos
Desta caixa limitada
Que nos joga ao abandono
Somos nada
Nos achando tudo.

Vemo-nos livres
Sem ver as grades
Da gaiola fechada.

18/03/17

Tony-poeta

quinta-feira, 2 de março de 2017

PASSANDO O TEMPO versos livres

imagem Google


PASSANDO O TEMPO


Se não se pensar no tempo
Ele não irá passar,
Será o tempo parado
Um sonho de um só lugar?

Nós apreendemos o tempo
Criamos sua percepção
Mas, ele é diferente na roça
Ou andando de avião.

Voando indiferente ao tempo
Vejo de minha janela
Duas borboletinhas
Beijando a mesma rosinha.
[Dançam e beijam]
Percorrem toda primavera
No roçar das asas brancas,
E o tempo não se marca
Apenas resvala a eternidade.

02/03/17
Tony-poeta