sábado, 7 de junho de 2014

SOLITÁRIO



SOLITÁRIO


Solitário
Preso a detalhes
Faço entalhes
Busco o viver.

Caminho
Peito arfante
Olhar distante
Querendo amar.

Sigo em frente
Olhar dolente
Busco o instante
Onde pousar.

Estrada
Longa e imponente
Ofusca a mente
Que quer amar.

Avante sempre
De modo insistente
Canto eloquente:
- Necessito amar...

07/06/14
Tony-poeta


TEMPO E AÇÃO



TEMPO E AÇÃO


Dou movimento
É o verbo procurar.
Não é apenas uma ligação
É ação de meu desejo
Incrustado

Parado
No coração.
Movimento meu corpo
Eu sujeito
Você devoção
Emoção.
É tempo e ação
De amar.

07/06/14
Tony-poeta

Imagem Google.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

RETORNOS DA CHUVA



RETORNOS DA
CHUVA


No balanço dos afagos dos pingos
Retorno ao Reino das Fantasias
Embalado com todas as carícias.

Cadencia da música carinhosa
Que bate na amplidão das marimbas.

Corredeiras formam-se nas calçadas
Levam tristezas, trazem melodias
Sonhadas ou vividas.

Ser pleno que foi rei um dia.

Abrem-se chapiscos luminosos
Nas paredes de sonhos
Com acabamento de caricias
Acalentando o viver.

06/06/14
Tony-poeta
Imagem Google


quinta-feira, 5 de junho de 2014

TEU CORPO



TEU CORPO


Neste louco jogo de imagens
Que contém a vida
Penso em você:
Não sei se você é eu.
Mas, quando chegas atrevida
No corpo rebolante, todo seu
Tenho respostas da vã filosofia
Nesta hora seu corpo é meu.

05/06/14
Tony-poeta


segunda-feira, 2 de junho de 2014

O SALGADINHO



O SALGADINHO


Parei na Padaria para comer um salgado e tomar um refrigerante, coisa que habitualmente realizo e sempre na mesma padaria. Peguei o cartão magnético de comando e me dirigi ao balcão.
A atendente era novata: não a conhecia. Fiz meu pedido, a estufa de salgados ficava em frente, bem como a máquina de digitar os valores do pedido. A moça olhou o número da comanda, 122 e imediatamente digitou os valores, só sequencialmente foi retirar o salgado e servir o refrigerante, não dando margem a qualquer arrependimento do pedido de minha parte.
É claro que a ordem é inversa. Os manuais de vendas usam o nome A.I.D.A. para treinamento, ou seja:
Atenção para mostrar o produto, Interesse pelo produto, Desejo pelo produto e finalmente Ação onde se completa a venda e se efetua a cobrança. Fui atendido portanto de trás para a frente.
Tenho notado que este comportamento é repetitivo. Se olhar um artigo qualquer em uma loja, pedindo para o examinar, o encarregado da venda reforça o valor da mercadoria, antes da entrega para exame, atitude aliás irritante.
É lógico que nenhum Patrão em sã consciência vai orientar seu funcionário a cobrar antecipado uma mercadoria.
Após anotar o consumo antecipadamente, fui servido; como o refrigerante era em lata, pedi um copo. Só então, notando sua falha de não me perguntar se queria copo ou canudo a jovem garçonete deu um sorriso e completou o atendimento.
A inversão dinheiro relacionamento ficou bem evidente. O sistema Capitalista, em todos os níveis; esta moça é de classe mais humilde, fez a inversão entre a pessoa e o capital. O Capital prepondera em relação ao contato humano e a sociedade se desumaniza.
Este movimento impessoal quebra qualquer vínculo social, as pessoas passam a valer não pelo que elas representam socialmente e como pessoas, mas sim pelas vantagens, licitas ou ilícitas que podem representar a seus interlocutores;
 Há real desagregação social e a base da nossa cultura começa a ficar comprometida.
O individualismo e a agressividade sempre crescente que assistimos é consequência destes valores incutidos covardemente pelos meios de comunicação, em troca de vantagens e dominação tanto pelas marcas oferecidas pelo comercio, nem sempre necessárias e melhores; tanto por dominação de grupos. A não comunicação social, a falta de troca de experiências retira totalmente o referencial. É fator de desorganização e, nas mãos erradas de dominação, sim!
Creio que a situação continua a se agravar e não é possível determinar seu fim. Uma sociedade individual não se alia para mudar situações adversas, já que falta o elemento de coesão, e sem o mesmo não há sustentação a nenhuma reivindicação, por mais necessária e urgente que seja.
A única solução possível é que cada grupo, tanto familiar como de amigos se unam e voltem a privilegiar a amizade, colocando o fator monetário em seu lugar adequado, ou seja, como consequência e não como origem do relacionamento.

02/06/14
Tony-poeta


FALA E MOVIMENTO


FALA E MOVIMENTO


O movimento
Cria o tempo e o espaço.
A fala
É dom do movimento.
Sublime canto da vida
Que em suas nuanças
Baila... dança
Ri e chora
Nas pradarias
Onde corre a vida
Murmurando frases de amor.

02/06/14

Tony-poeta.

domingo, 1 de junho de 2014

BAIXINHO


BAIXINHO


Era baixinho,
Pequenininho...
Um grão de areia!
Comprou um navio...
Maior que a baleia!
Saiu pelos mares
Buscando sereias.

01/06/14

Tony-poeta

KRONOS



KRONOS


Viver eterna paixão
Faria do tempo
O infinito absoluto.
Mas Kronos e seu facão
Corta a pele
Marcando os minutos.

01/06/14

Tony-poeta