sexta-feira, 13 de junho de 2014

semelhanças



SEMELHANÇAS


Em medicina sinais que levam a igual resultado são considerados sintomas. A igualdade é assim constatada, apesar da diferença. Um dedo do pé inflamado e uma garganta com pus podem representar a mesma doença, por exemplo escarlatina. Mesmo cada uma nos estremos do corpo.
No golpe da Ucrânia, um País dividido entre descendentes de Russos e Nazistas, estes derrotados na segunda Guerra; uma senhora que ia colocar flores a Lenin, atitude habitual desta pessoa já idosa, que por certo fazia desde a juventude como agradecimento do pesadelo já esvaecido, foi conforme a foto: agredida, humilhada, machucada fisicamente por inúmeros jovens que se diziam nazistas. Uma cena covarde e chocante, onde a animalidade destas pessoas ficou latente.
Ontem, no Jogo Inaugural da Copa do Mundo, uma turba de pessoas, de classe social alta, se dirigiu a senhora Presidente da República, gritando “Vai tomar no c.” , Não houve agressão pelo fato do camarote presidencial estar distante, porém a cena foi igual à da foto da Ucrânia, ou seja covarde e o avesso da democracia.
Ambos fatos demonstram, se levarmos em conta o conhecimento médico, a mesma doença.
Como o Nazismo está a cada dia aumentando no velho mundo; diante destas cenas, ele se torna um perigo para nossa frágil democracia. Por outro lado, demonstra bem o método e o caráter atuante de sua dominação. Não há o mínimo respeito a pessoa humana. A grosseria impera e a regressão ao irracional é plenamente manifesta.
No nazismo vimos judeus, negros, ciganos e homossexuais serem queimados em fornos, após serem roubados de todos os bens materiais, que passaram para a administração do partido. A prevalência do dinheiro sobre a pessoa faz com que esta se torne excluída de qualquer convenção social. Os sujeitos violadores exercendo suas vontades, podem matar com todos os rituais de sadismo contidos nas cabeças doentias de seres animalizados.
Que o fato que ora assistimos nos sirva de alerta e que vigiemos os novos possíveis tiranos e, não deixemos espaços para seus delírios satânicos. Temos que reprimir, sim!
A paz requer luta, sem luta o senhor nunca o será, será apenas escravo e submisso. Está em Hegel, e ele tinha razão.

13/06/14
Tony-poeta


Nenhum comentário:

Postar um comentário